Dois mil e catorze

terça-feira, dezembro 30, 2014

Chegou a vez daquele post sobre o meu dois mil e catorze. Quando tento pensar, sequer, no que escrever falham-me as memórias mas, no geral, penso que foi um dos meus melhores anos. 
Dois mil e catorze começou com uma viagem super especial a Valladolid, Espanha que me trouxe momentos, lembranças e sensações novas e inesquecíveis... daquelas capazes de me fazer dizer que só esse momento foi o melhor do ano inteiro. Aliás, os três primeiros meses foram perfeitos e não tem como negar isso. Houveram coisas menos boas mas as boas eram aos tombos e eu nunca vou esquecer de todos os sorrisos, risos e gargalhadas que dei e a principal razão delas. Em Abril, celebrei os meus 24 anos. De forma bem simples e só quem me importa por perto. Fui ao teatro e concluí que gosto muito destes eventos culturais fora dos clichês. Fiz a minha primeira tatuagem. Maio comprei a minha Instax Mini 8 que era um dos meus desejos e, poder comprar as minhas coisas com o meu próprio dinheiro é uma das melhores sensações de sempre. Comprei também o meu telemóvel. Junho, Julho e Agosto mesmo com o meu trabalho e sem férias nesta época, tentei fazer do meu Verão o melhor que pude. Entraram pessoas na minha vida que não mereceram cá continuar e outras, falo da minha família que não mora em Portugal, deixaram saudades. Em Junho criei também o blogue depois de ter abandonado o anterior e, o Une Tulipe Jaune, é incrível e só me tem proporcionado boas experiências em fazer daqui o meu cantinho. A melhor sensação do Verão foi tomar banho de mar. Em Agosto fiz o pedido de reingresso à Universidade e fui aceita; voltando a estudar em Setembro depois de dois anos parada. Não saí muito durante a noite mas, quando saí, foi óptimo. Cinema sempre foi bom. Descobri novas séries em que viciei e revi antigas. Não passei vontade quando quis comprar algo de mim para mim que eu achei que merecia e, mesmo assim, consegui guardar dinheiro suficiente para comprar a minha viagem ao Brasil para o próximo ano. A volta à Universidade surpreendeu-me positivamente. A minha melhor amizade, depois de mais de 16 anos, continua forte. Em Outubro fiz a minha segunda tatuagem. A minha família neste fim de 2014 pareceu reacender a chama da união. Li mais do que esperava ler.

Foi um óptimo ano. Não vou nem sequer pensar e escrever sobre a parte má.

Thank you!

segunda-feira, dezembro 29, 2014


Obrigada pelos votos de melhoras. Realmente já me sinto bastante melhor, embora não a 100%. Ontem tive a oportunidade de descansar do trabalho durante a tarde e poder ficar só na cama, fez maravilhas. Espero que continue a melhorar!

Adoro sentir o vosso carinho e o vosso apoio. Hoje, foi o Jota do Brisa Passageira que me indicou como uma das sugestões de blogues de 2014, além do seu top 8 de blogues. É uma honra! Estas coisas realmente enchem-me o peito. 

Desejo a vocês uma semana feliz. A última segunda-feira do ano está quase, quase a terminar. Quão bom é isto?!

domingo, dezembro 28, 2014


Este ano, para acabar em beleza - só que não - trouxe-me uma virose ou sei lá o que tenho. Estou cansada de vomitar o almoço de ontem e de ter que ir a correr ao quarto de banho a cada 30 minutos. Além disso, estou com dor de garganta. Estou com 4 medicamentos que comprei na farmácia e estimo as minhas melhoras. Sobrevivo.

Se não melhorar, vou no médico.

Vou ver o mundo por cima das nuvens

sexta-feira, dezembro 26, 2014


Para quem me acompanha há algum tempo sabe que, de vez em quando, eu vou publicando uma espécie de "bucket list" ou, traduzindo, uma lista de desejos a concretizar antes de esticar a perna. Se vos é lembrado o número 6, dessa mesma lista, era uma viagem ao Rio de Janeiro para conhecer a cidade maravilhosa e poder desta vez guardar memórias sobre. Quando pequena eu estive no Rio de Janeiro mas, com menos de dois anos de idade, eu não me recordo de nada. Nem de quando queria jogar-me do Corcovado para a Lagoa Rodrigues de Freitas; episódio de que o meu pai tanto fala. 
Ora, em 2015, no início do ano - mais precisamente em Fevereiro - vou concretizar este meu sonho. E sabem qual a maior concretização nisso? É uma prenda de mim para mim. Não há nada como não depender de ninguém para concretizar os nossos desejos e estes serem fruto do nosso trabalho. Estou muito feliz por isso, estou super nervosa por fazer isto sozinha (viajar com desconhecidos, num avião, durante dez horas é muito desesperador para uma pessoa claustrofóbica) mas, acima de tudo, orgulhosa de mim. Se eu podia poupar o dinheiro para outra coisa, claro que podia! Mas é como dizem "viajar é a única coisa que tu compras que te torna mais rico" e eu espero que esse mês de 2015 dedicado ao Rio de Janeiro (e não só! Pretendo tirar o máximo partido desta viagem e conhecer um pouco mais do Brasil) me enriqueça de uma maneira indescritível.
A passagem está comprada, o seguro de viagem também. Faltam as malas. A vontade de poder usar os meus kimonos todos de novo em breve está a fervilhar. Sei lá, só chega logo Fevereiro.

Nunca desistam dos vossos sonhos e, se tiverem oportunidade de os realizar, façam-no. A vida são só dois dias, não é mesmo?

E sim, ainda falta um tempinho mas eu TIVE que partilhar isto com vocês. <3

Feliz Natal

terça-feira, dezembro 23, 2014


O Natal, para mim, nunca foi uma das grandes festividades. Eu não me lembro de Natais felizes e cheios de grandes recordações de que muita gente fala. Nunca se vestiram de Pai Natal para mim e raros anos foram abertos presentes à meia-noite. Ou eram dados antes ou depois. A família que é enorme e está espalhada pelo país e por outros países, nunca se uniu nesta época mas valeram-se as chamadas telefónicas. Então, desde que a minha mãe faleceu... esta festa tornou-se ainda mais triste. Este ano não vai ser diferente. Eu, o meu pai e o meu irmão em casa a ver qualquer filme que passa na TV e a comer batatas cozidas, com couve e bacalhau... para mim, pescada se faz favor que eu não gosto de bacalhau; espero ao menos que a lareira de casa seja acendida para sentir o calor desta. O bom deste Natal vai ser mesmo a confirmação  da resolução de uns problemas que eu tive durante os últimos meses na minha família e até fizeram com que eu me afastasse um pouco daqui. A relação com o meu irmão de há uns anos para cá estava, como quem diz, acabada e tinha também o facto de que há meses que ninguém se falava lá em casa. Tem dois dias que tudo mudou e tirou um peso enorme do meu coração. Foram precisos choros, abraços e muita conversa mas espero que aquela união familiar que eu senti esteja de volta e se consagre neste Natal. Esse vai ser o meu maior presente. Esse e uma mala de viagem e o porquê revelo depois. 

Do mais, espero que vocês tenham um Santo e Feliz Natal e muito melhor do que o meu. Que recebam muitos presentes, abraços, beijos e o calor de uma família unida. O ano passado eu chorei quando um cliente do restaurante, sozinho, falou "O Natal é muito triste para quem está sozinho" e... nunca ouvi uma coisa que me tocasse tanto nesta época. Não existe nada como ter uma família unida, amigos verdadeiros e, principalmente, a companhia de quem gostamos e sentimos que gosta de nós. É este o meu desejo para mim e o meu desejo para vocês. 

Até breve!

domingo, dezembro 21, 2014


Hoje senti-me leve. Finalmente. 

sexta-feira, dezembro 19, 2014


Okay. A prova de Direito Internacional correu mal e porcamente então, muito provavelmente, tentarei passar por recurso em Fevereiro. Hoje tenho teste de Economia da Política Internacional e, a menos, que me dê uma branca... estou bastante confiante. Quem diria que eu iria com a cara da Economia, afinal? Peço desculpa pela ausência de notícias nesses dias mas andei a ocupar o tempo com resumos e estudo e algumas compras de Natal; que não vão ser muitas. Espero que esteja tudo bem com vocês, tenham uma boa sexta e também um fantástico fim de semana.

Quem já comeu chocolates de Natal por esses dias? Eu sou culpada.

segunda-feira, dezembro 15, 2014


Preciso de foco para estudar e perceber a matéria até quinta-feira. E até sexta. Tenho duas provas que são cruciais para eu passar sem precisar de ir à época de recurso. Mas está meio difícil de me concentrar para isso. Vou ver se começo hoje de noite, nem que seja por uma hora. A senhora da concentração que me ilumine, se faz favor.

Sorteio de Natal - Resultado

segunda-feira, dezembro 15, 2014

Como foi dito no post anterior, iria anunciar a vencedora do sorteio do Une Tulipe Jaune hoje para dar tempo de entrar em contacto e enviar os prémios antes do Natal. 

Sobre o processo de selecção tenho a dizer que fui obrigada a apagar algumas participações pois não cumpriam as regras todas ou estas, devidamente. Teve meninas que se inscreveram vezes a mais e outras que decidiram participar sem seguir o blogue (pelo menos publicamente e que eu visse); e eu penso que as regras eram claras sendo que ainda dava a oportunidade de virem conversar comigo caso tivessem alguma dúvida.

Sendo assim, contabilizei 67 participações válidas em vez das 73 que existiam. 

domingo, dezembro 14, 2014


Hoje é o último dia para participarem do sorteio de Natal.
A partir das 23h59, encerro e amanhã anuncio a/o vencedor/a.

Beleza

Beauty | Toalhitas exfoliantes Ps. Love your skin

sexta-feira, dezembro 12, 2014


Por 1,50€ cada pacote destas toalhitas, fiquei bastante surpreendida. Elas apresentam-se com uma textura rugosa de microfibras e são gentis no rosto. No início parece estranho exfoliar o rosto com toalhitas mas, para quem às vezes sente preguiça de exfoliar o rosto de modo mais apropriado, estas toalhitas são uma mais valia, facilitando a rotina nocturna de retirada de maquilhagem e limpeza do rosto.
Obviamente não devemos descurar de uma exfoliação com um produto para o efeito, contudo antes estas toalhitas do que nada, não é mesmo?
São da Primark e têm um perfume a pepino.

quarta-feira, dezembro 10, 2014


Quartas são o "meio" da semana, para mim, embora isto não faça qualquer sentido e tampouco sirva de algo porque, mesmo que dê para ver a linda da sexta-feira no horizonte, o fim de semana é sempre dia de trabalho. Este ano o espírito natalício que eu sinto é equivalente a 0 e estou à espera que um milagre aconteça e eu decida ouvir a playlist de Natal que é só quase a melhor parte desta época além das luzes e dos doces. Este ano passou a voar. Hoje fui gastar dinheiro que não deveria estar a gastar pois quero concretizar um desejo já no início de 2015 mas, tudo bem, depois de outro dia ter estragado 2 peças de roupa favoritas com o desbotar de uma outra, senti-me na obrigação de renovar o armário. Hoje fui surpreendida com a coscuvilhice de certas pessoas; mas interessa-vos a vida dos outros por alma de quem? As minhas cólicas estão a matar-me. Nhe... quartas.

terça-feira, dezembro 09, 2014


Não tinha pain au chocolat mas tinha uma caixa de bombons de chocolate belga, na prateleira do supermercado, para eu comprar. Sorry not sorry.

terça-feira, dezembro 09, 2014


Fiz uma encomenda na Black Friday do passado mês e até agora ainda não chegou sendo que eu paguei um serviço de expedição mais caro para ela chegar entre 3 a 5 dias úteis após ser enviada. Ok. Fui verificar o tracking number e, aparentemente, ela está parada na Maia numa transportadora com o aviso de "morada incorrecta" pois o GPS não encontrou. Tive que mandar um e-mail a reclamar. Mas ora essa! Faço encomendas há séculos para a morada que nunca deu problemas e vêm estes agora dizer que ela estava incorrecta? Até parece que eu não verifico tudo que coloco ao proceder a uma encomenda online, principalmente moradas se quero receber as coisas... Arre! É só para me fazer perder a paciência mesmo - que já é pouca.

segunda-feira, dezembro 08, 2014


Segundo dizem, eu nasci puxada por uma ventosa. De alguma forma, esse evento deve ter deformado a minha cabeça porque gorros, boinas, touquinhas beanie e todas as coisas fofas do tempo frio que podem ser colocadas na cabeça... não parecem assentar no meu crânio. O que é uma pena. O que é terrível porque eu desejava um gorro fofinho e quentinho que este frio está insuportável.

A Carolina deu-me um presente de Natal

segunda-feira, dezembro 08, 2014

O meu domingo foi cansativo. Acordei às 6h20 para ir com o meu pai para o restaurante e, obviamente, aproveitei o sofá numa das salas reservadas ao pessoal mais as minhas mantas e cobertores para dormir mais antes de chegar o meu horário de trabalho: a hora de almoço. Se vocês estiverem a perguntar-se porque raios acordei assim tão cedo é pela razão de não conseguir estar sozinha em casa com certas e determinadas pessoas sem sentir terror. E caso estejam a imaginar a situação, saibam que é devido a isso que eu tenho andado meio mal e ausente daqui pois não vos quero influenciar com negatividade. Mas tudo vai melhorar, não é mesmo? E um dia, em outro post, eu conto melhor esta história.

Sem desvirtuar-me do motivo desta publicação, continuo a referir que, então, o meu domingo passou sem qualquer motivo de me fazer alegre nem causar aquele aperto e aquecimento no meu coração, até chegar em casa, fazer a higiene pessoal, dar uns mimos no velhote e então vir enfiar-me na cama para ver Friends que, sem dúvida, arranca-me sempre uns sorrisos. Em vez de procurar a série, vim ao Blogger a ver se haviam novidades dado que publicara um post durante a tarde. E haviam!
Estava a ler o meu feed quando me deparei com o nome do meu blogue numa publicação da Carolina do blogue Lucky 13. Quase morri! Exagero, claro... mas aquele aperto no coração que eu senti falta durante o dia veio e, com ele, o aquecer no peito enquanto lia o post da Carolina. Olhem, nem soube/sei o que dizer... Mas sei o que sinto. É muito gratificante ver este retorno carinhoso de quem nos lê. Mais do que ver, sentir. Muito mesmo. A Carolina deu-me um presente de Natal adiantado. 

Como ela, espero que o meu blogue vá crescendo e mantendo a sua simplicidade e diversidade e que continue a ser um espelho do meu eu com os meus posts sobre nada, sobre maquilhagem, sobre música, sobre alguma coisa. 

Muito obrigada, Carolina.
Hoje durmo mais quentinha.

domingo, dezembro 07, 2014


Gosto de acreditar que no final, tudo vai dar certo. Tudo vai ser recompensado e ainda vou dar uma grande gargalhada de tudo bem longe daqui. Religiosidades à parte, se Deus não é grande - como falam que é - ao menos que uma força qualquer seja. Gosto de acreditar que todo o bem feito um dia volta em retorno e, do mesmo modo, o mal que é feito que volte de onde vem: até em dobro seria merecido.

Música

Paloma Faith

terça-feira, dezembro 02, 2014

 

Há uns dias, conheci Paloma Faith depois de uma partilha no facebook pela parte de um contacto que tenho adicionado. Admito que, ao início, o que me chamou a atenção foi o nome da música. Eu, romântica e absolutamente caída pelas histórias do amor cru, intenso, dorido... tive que escutar. E apaixonei-me. Mesmo com o autotune em algumas partes que - no meu ver - desnecessário, dei por mim a ouvir várias músicas desta senhora e a achar um máximo o estilo dela, tanto como se veste, como se expressa, como canta.